quinta-feira, 6 de agosto de 2015

A bíblia e a escravidão

A bíblia e a escravidão.

Enquanto isso a africa cheia de cristãos evangelizados, africa esta que ela própria vendeu como escravos tribos rivais para os europeus que os levaram para a América

Mas a culpa é sempre do homem cristão Emoticon gasp e alguém me explica como isso não é preconce
ito e generalização se dizer que "se vc gosta de brancos vc tem falta de memória" o seria?

Ps - vai estudar mais ao invés de comer mastigado de escola doutrinadora de ateísmo

"tá, mas a bíblia dá suporte a escravidão"


gostaria que você atentasse a alguns fatores, como o fato de que alguém poderia querer ser escravo para sempre voluntariamente (o servo da orelha furada, é como chamavam), escravos nem sempre eram sinonimos de pobres, o escravo de abraão ia ser herdeiro dele de tudo o que possuia. O que acontece da escravidão pra servidão e da servidão pro trabalhador da época da revolução industrial, e deste para nós é um crescente aumento dos direitos trabalhistas.

Wilberforce (que fez o fim da escravidão ocidental, iniciando na inglaterra que com a politica do canhão forçou os demais) foi evangélico, e muitos abolicionistas inclusive negros e brancos nos EUA foram cristãos influenciados pelo amor ao próximo cristão, muitos pregadores famosos como Charles FInney e John Wesley. 
Se vc for ver na bíblia a ultima palavra sobre o tema da parte de Paulo é um prato cheio pra qualquer um que queira combater a escravidão