segunda-feira, 22 de junho de 2015

Minhas impressões sobre o corão

Acabei de ouvi o corão hoje e vou resumir:
Se isso é religião de paz eu sou um serial kiler
Em nome de Alá, o misericordioso, o misericordiador:
- vocês não creem no corão. Estes são os perversos
- vocês não creram nos outros profetas também
- <insira citação de personagem bíblico aqui>
- Jesus não é Deus, Alá não tem filho nem esposa nem enfim
- matai-os de x maneiras
- vcs infieis vão pra gena (e não explica que a origem do termo é do vale de hinnon que foi transformado num lixão com fogo sempre aceso, uma clara referencia judaica)
- cita moisés, Jesus, Abraão, Adão mas nada
- Lucifer (com outro nome) é um anjo de fogo que se recusou a venerar humanos porque foi feito de fogo, e eles de barro
- Maria gerou Jesus virgem (edai? que importa se é só um profeta)?
- mohamed, vc não é louco
O corão não tem evolução moral como vemos entre os judeus primitivos e o cristianismo. Não tem ricas figuras, visões ou profecias notaveis, tem citações de coisas que qualquer entendedor da bíblia pode perceber serem cópias da bíblia em si.
Não tem profundidade, vindo de 1 unico homem, citando a bíblia, mas servindo de base para nega-la, ignora totalmente os judeus como fonte do monoteísmo, que no fundo é praticamente a unica coisa que presta no corão, um retrocesso moral com relação o cristianismo a nivel similar senão pior aos atos mais violentos e desumanos de israel antiga e outros povos vizinhos
supostamente todo Deus falando, mas é nitida uma mudança de personalidade de Deus com relação a bíblia onde Ele é rico em vocabulario, profundo, critico e profetizador. No caso há uma grande critica: a incredulidade. Mas não se vê promessas de punição e remissão nem uso de profundas figuras, um forte desprezo a toda a cultura judaica que Deus sempre teve em todos os seus profetas
Se mohamed é um profeta verdadeiro, a biblia não o é.
E pior, se a biblia não o for mohamed não tem do que falar, pq é um parasita da bíblia e do monoteísmo abraamico e nada mais

Nenhum comentário:

Postar um comentário