quinta-feira, 31 de julho de 2014

Porque a pedofilia será inevitavelmente legalizada no mundo

Por vezes esse blog inevitavelmente fala de coisas pesadas, chocantes, desagradaveis, mas que você precisa saber. Este artigo também seguirá essa linha.


Antes de começar o artigo, quero deixar um link. Neste há um video de uma criança dançando em praia.
aliais, eu não poderia chamar de dançar e ser muito justo, ela está imitando um ato sexual. Apesar de visivelmente ter muuuuuuito poucos anos não há nenhum crime da parte dela. E nem da nossa ao assistir, já que isto não consta como pedofilia (conhece tons de cinza, ou sabe nada, inocente, nasceu antes dessa menina?)

https://www.facebook.com/photo.php?v=598633930254465

Junte isso a brutalidade da classificação de conteúdos sexuais que permite nudez e sexo não explicito ser mostrado a menores de 14, que inclui por conceito uma pessoa suja de semem após fazer sexo ou evidentemente fazendo sexo, apenas não mostrando o coito isto é, só não pode mostrar a genitalia durante o ato. Genitalias aliais artificiais, porque podem ser de transsexuais praticamente irreconheciveis. Mas claro, 14 anos é mais que suficiente para não se sofrer nenhum impacto.

(eu não estou exagerando, leia: http://cientistadedeus.blogspot.com.br/2014/07/socorro-pedofilia-legalizada.html )



Junte a isso o fato de que boa parte dos sites pornograficos não tem aviso, não há orgão competente para fecha-los, e conteúdo pornografico pode ser passado por fotos, palavras, musicas, não apenas por sites, mas por mensagens de texto mesmo em locais de discussão religiosa como bate-papos feitos para isso.

Junte a isso ainda o fato obvio que mentir não é crime, e uma criança ou adolescente portanto pode acessar qualquer conteúdo se o quiser, e que a internet é um importante instrumento da educação.

Junte a isso tudo uma filosofia de sexo sem casamento, "ficar" muitas vezes sem perguntar a idade ou idades de com quem se está, nem nome ou mesmo saber o numero de envolvidos.

Ou seja, calcule os resultados de uma cultura de sexualidade sem casamento.

Calculou?
Não, né?
Vou dar mais uma dica.


Pois permita-me esclarecer: jovens, adolescentes e crianças crescem com uma educação sexual de fazer sexo basicamente quando quiserem, tendo como discurso do governo, educação sexual apenas uma preocupação: camisinha, evitando filhos e doenças venereas.

Os pais e mães dessas pessoas não as educando com limites, e com o crescente acesso a uma internet que por vezes te obriga, literalmente a ver conteúdo pornografico numa inocente busca com filtro ativado.

Calculou agora?

Não?

RESULTADO PREVISTO INEVITAVEL:

sexualização infanto-juvenil abundante.
Você deve estar pensando "certo, mas isso não significa pedofilia, é entre eles".
Não numa cultura de sexualidade exibicionista em sentido orgiatico indiscriminado que é a cultura da internet.

O resultado é que, escreve e me paga pela profecia, pq nem precisa Deus revelar essa: os adolescentes e crianças não apenas farão sexo, como já fazem, como postarão conteúdos de si próprios voluntariamente.

E ai mais uma vez os "tons de cinza" atacarão uma sociedade que já achava-se no direito de mostrar no carnaval uma mulher nua em um local mais publico do que a mais povoada rua do mundo, a tv. Isso perto do que vem vindo é fichinha.

A bomba atomica mundial continuará a explodir, pois essa geração, geração dessa menina daqui 5, 10, anos ou talvez nem isso, estarão agindo voluntariamente, exigindo o direito de expor-se publicamente, fazendo os seus próprios sites, blogs, etc apresentando conteúdo voluntario que se misturará (como sempre foi) ao de escravos.

O direito dos jovens de terem uma sexualidade desregulamentada implica no direito deles de criar uma fabrica de vicio. O efeito é claro, é que logo teremos um exercito de pedófilos saindo do armario... E eu queria parar a minha lista aqui, mas esse armario é bem grande. Felizmente (ou não) deixarei outros desastres que você, leitor ou leitora, há de ver.

Aos homens do futuro: é, eu tentei impedir u.u
O problema é que sou religioso e o estado é tão tolo que achou que educar com frases em campanha como "neste carnaval vale tudo, só não vale sem camisinha" é mais aceitavel do que ouvir a idéia de organização sexual e familiar de uma instituição chamada casamento pq na minha cultura isso é defendido primariamente por religiosos cristãos, ignorando que tal instituição é comum a praticamente todos os povos e culturas existentes, rivalizando eternamente com uma sexualidade liberal, desordenada e danosa.

Se eu fosse ateu com bom senso pelo menos, teria mais capacidade de influencia politica sem ouvir "estado laico" como argumento... Tem algum ateu ai? você não imagina a sorte que tem de poder ser contra aborto argumentando com ciencia sem dizerem que vc é religioso ignorando todo argumento seu independentemente de qual seja a base, pedofilia, kit gay que diz que homem travesti pode entrar em banheiro feminino sem ser chamado de fanático. Ter direitos politicos totais deve ser muito bom.


Felizmente, o resultado pode ser evitado, ou ao menos minimizado. É preciso se conscientizar desses fatos primeiro e pedir por um governo com mais amor, menos adultério, menos vista grossa pra abusos sexuais, mais maduro, capaz de educar o seu povo ao invés de dar a ele anarquia. Ainda mais porque se trata de uma minoria, e de gente que não vai ser os pais e mães da geração de amanhã.

A bomba explodirá do seu mais novo perfume, sim, a bomba atomica, fruto da desintegração do que deveria ser chamado atomo mas que todos deveriamos saber que é divisivel, e que faz uma destruidora reação em cadeia quando desfeito. A destruição do casamento e da familia, tão desejada, é a rosa

a menos romantica de todas as rosas, a destruição do atomo do casamento, a destruição do amor, ao novo amor, a mutação, a evolução, a nova diversidade, sim, ao Amor, A Deus(a) que é amor, a linda Afrodite e Eris,dedico uma romantica musica da destruidora rosa. Sim, como dizem os poetas, uma rosa para uma rosa, uma flor para uma flor, minha visão do amor do amor que você me oferece

Sim, a ela, e a todos os metralhadores, guerreiros cupidos cegos adoradores do inferno que creem ser do jeito que o diabo gosta e tanto anseiam de nos levar todos para lá, aos anjos caídos de uma asa só que disparam flechas de amor cegamente, tornando o prazer em dor sadicamente, arrancando coração de uns e colocando em outros, e que louvam a deuso(a) inferno e caos, que chamam liberdade, aos espiritos rebeldes, ao nosso grande amor, eu envio-lhes a foto e quadro de como vejo a vossa regra, que no amor e na guerra... quase me proibiram de falar,:







homenagem a rosa sem rosa, que mais parece um cogumelo

Do fundo do coração, com muito amor... Pedofilofobico, já preparando-me para o próximo ataque que já começou já há muito tempo.

domingo, 20 de julho de 2014

saia, calça, e não saia da igreja

Não saia.

Atualmente há uma doutrina dos chamados "usos e costumes" de que mulheres devem usar saia.

O que são usos e costumes?
Costumes são coisas que as pessoas estão acostumados. O que é usado numa determinada cultura.

Culturas mudam.
Hoje em dia é muito comum mulheres usarem calça

Ainda assim é muito comum especialmente na assembléia de Deus (embora já se pregue contra) de acharem que mulheres usarem calça seja uma idecencia.

Não vou hoje nesse artigo discutir questões de vaidade, valorização da beleza, uso de enfeites como brincos, colares, etc. Há outros artigos em que abordo o tema.

Porém nesse artigo quero gritar:

Exigir uso de saia para mulheres chamando isso de indecencia é injusto.
Tremendamente injusto.

É verdade que a biblia diz para os homens não se vestirem com as mesmas roupas das mulheres (dt 22.5). Porém, ambos usavam tunicas, seja masculina ou femina. Hoje temos calça, calça masculina calça feminina.

"você tá dizendo isso pq lhe convém"? É mesmo?
Olha só quem diz o que lhe convém:
"homem deve usar calça, mulher saia ou vestido"?
Opa, vestido não! vestido de forma alguma.
Porque?
Ap 1.13 Jesus está com um vestido longo e comprido.
É lógico que em diferentes culturas se vestisse de forma diferente. 
Mas se você discorda, você deveria exigir que homens usassem um vestido.

"ah, mas é nossa cultura, não a deles". 
R: Ora, na nossa cultura mulher não usa calça?


"ah, mas é coisa de feminista".
R: nem vou discutir muito a questão do feminismo e as suas diferentes frentes e pensamentos.
E embora sim a calça foi usada como simbolo do feminismo, (que arrisco uma faisca sobre o tema, que lutava por direitos basicos como o voto para mulheres, que se você é contra, abstenho-me de argumentar com você por hora), hoje ela não tem nada a ver com isso.

Calças na verdade já foram antigamente usadas por homens e mulheres. Mais tarde elas ficaram associadas a roupa femina, mas os imperadores romanos usaram calças.


Ou seja, alguém dizer que calça é uma peça masculina é exigir o seguir de um uso e costume de uma época que nem é a sua, ignorando a origem da roupa em diferentes culturas.

Você sabia que homens no reino unido também usam saia? É uma roupa especifica para homens, e ligada a honra deles, e comumente usada em festivais também com as famosas gaitas, instrumento musical.

Kilt (em portugues)
História do Kilt (em inglês)

Neste link (o ultimo em inglês) ainda vemos que o uso da saia (kilt) foi obrigada na escocia durante um tempo, ligado a só obedecer a Deus, não aceitando a cultura inglesa. A vestimenta chegou a ser obrigatoria pros soldado do exercito.



Assim, no final das contas, no Reino Unido onde hoje em dia é uma moda não apenas de escoses, é capaz de alguém estar pregando que mulher não pode usar saia... Porque é roupa de homem.

a partir do seculo XX mulheres começaram a também querer usar a saia escosesa, usada antes só por homens

Por fim, o argumento da decencia:
"calça é muito colada, mostra todas as pernas".
Esse argumento é a grande força, misturando-se a outros discursos de indecencia e vaidade.
Porém o ponto é ainda assim falho:
1 - saias também podem ser coladas, e calças podem ser largas. Portanto não é o ser calça ou não calça.
2 - uma saia pode ser mais revelador que uma calça, especialmente pelo fato de ter uma abertura no meio.
3 - O FIM DO ARGUMENTO:

se calças são indecentes porque mostram o formato das pernas, homem também tem perna e mulher também tem olhos. Não é justo impor a mulher uma decencia superior a do homem. se mulher não pode usar calça por esse argumento, então homem também não pode.




Então saia... da igreja. Ou calça da igreja... Mas não saia da verdade. Fique com a verdade. Revista-se dela.

 Vista-se da verdade, porque a igreja de Deus tem de ser vestida do sol, como a mulher de apocalipse. Vista-se do sol, seja em forma de calça ou saia. Porém é da verdade que não se deve deixar absolutamente nada não vestido. Porque convém que tudo seja revelado, vestido do sol.

Mas se você discorda, ok: continuem as mulheres proibidas de usarem saia... Claro que eu to falando com as escocesas...

segunda-feira, 14 de julho de 2014

Islamismo e a intolerancia, e gente dando ordens na presidente

Mulçumanos pagam para quem denunciar pastores




Chineses mataram religiosos no tibet, porque aparentemente religião pacifica é mais venenosa que morte.
Romanos mataram cristãos por não adorarem o imperador.
A santa inquisição matou até cristãos. Americanos queimaram supostas bruxas.
Em dita defesa contra o comunismo, uma ditadura que torturou e maltou pessoas além de proibir a critica de si mesma foi aprovada, em defesa do capitalismo

Porém, por alguma razão você vai ouvir hoje que cristianismo é fonte de toda a intolerancia.

Tolerancia não é religião. Tolerancia não é ausencia de religião. Tolerancia é uma atitude. Algumas doutrinas religiosas como o cristianismo a ensinam (amem os inimigos, orem pelos que os perseguem, etc). Outras aparentemente não.



se você acha que o cristãos são ainda assim intolerantes, por favor reconheça que hoje enquanto você pode reclamar de intolerancia xingando Deus, papa, e até a mãe, em países arabes após terroristas fazerem atentados alguém fazer um desenho de mohamed com uma bomba foi causa de ouvir frases como "pro inferno coma sua liberdade de expressão".

sou profundo defensor da critica. Porque critica é uma construção, é um nome menos popular pra correção, raiz de sabedoria de acordo com proverbios (e o bom senso).

Infelizmente, enquanto aqui ateus, cristãos e homossexuais criticam-se, lá no oriente os 3 são mortos a sangue frio. Chega-se a a um absurdo de ser possivel matar uma pessoa legalmente se ela abandonar a fé islamica em alguns países.

A pergunta que faço é: do que raios nós estamos reclamando? de religião ou de tolerancia?
Eu reclamo de falta de tolerancia num nivel minimo do convivio social: vida, e liberdadede expressão.
Porém enquanto mandam uma presidente tomar algo em algum lugar, sem nenhum tipo de imputação criminal, no oriente se crucifica vivo um cristão, se enforca um homossexual, e com muita gentiliza se interna um ateu dizendo que sofreu de forte disturbio de mudança de personalidade, já que deixou de ser islamico (o que convenhamos, é melhor que morrer).


será que não tem um meio termo entre esses 2?
será que é justo um país ser tão retardado (não tenho outra palavra) pra achar que pode se colocar uma propaganda com uma mulher nua cobrindo os seios como marketing de pornografia dita leve, para a pessoa então dizer se ofende ou não com o conteúdo (correção: se não disser o video passará automaticamente, por ser propaganda) e outro ser tão imbecil que acha que uma mulher que não cobre direito seu rosto tem de ser estuprada, e mulher estuprada morta?


O nosso governo por medo de fazer censura atura brutalidades imorais, quando não o gera, em total desprezo do respeito alheio, uma verdadeira entidade covarde e patética, enquanto outros países como a china tem por lei que você não pode fazer um culto domestico, mal se pode dizer um pio sobre o governo, e na india sua religião vem na carteirinha, e você não pode mudar.

Aqui a pessoa pode mudar até o sexo, e quem criticar isso pode ir na cadeia... Talvez a intolerancia hoje do nosso lado seja de supervalorização da intolerancia, uma ditadura da liberdade de expressão a tal ponto de fazer-se sexo na rua, e sites de internet colocarem imagens sem permissão e sem aviso diante de nossos olhos, tentando literalmente controlar a mente das pessoas, com imposição de uma filosofia que ignora se você é padre, madre, cristão, casado, ou criança....
É proibido proibir. Lá do outro lado, é proibido tolerar. Um lado olhando pro outro, se escandalizando no outro e não aprendendo a lição que eles tem de aprender.

Aqui: que precisa-se de respeito, que precisa-se de limite, que precisa-se de freio. Que é preciso não se ter o direito de mandar uma presidenta alguma coisa.

Lá que é preciso não matar gente a sangue frio e impor o seu governo contra a sua vontade.


se alguma religião do mundo deveria ser banida, deveria começar pela mais intolerante de todas. E o certo mesmo não é banir uma crença, mas somente banir a intolerancia. E ainda, o minimo, antes que eu seja preso por dizer que você tem o direito de não concordar com o que eu disse.

Equilibrio não é em extremos, é no meio, no ponto onde há uma valorização razoavel de tudo.

sexta-feira, 11 de julho de 2014

MAPA DO BEM E DO MAL: Hetero x Homo

Pra quem fala (e como fala) que homossexualidade só é ruim por pressão social.


Vamos comparar aspectos da heterossexualidade com a homossexualidade e ver no que dá?

Veja o mapa, como fica.






Copie, salve, repasse. Critique, questione, fale o que quiser. Mas FATO É FATO

por favor, divulgue a verdade


Não tem 1 verso biblico!

E que essa questão morra de uma vez, que vire senso comum o fato que heterossexualidade é superior a homossexualidade e que homossexualidade é prejudicial a comunidade hetera