quinta-feira, 23 de maio de 2013

Senhor - Justiça Nossa... injustiça nossa



Nos seus dias Judá será salvo, e Israel habitará seguro; e este será o seu nome, com o qual Deus o chamará: O SENHOR JUSTIÇA NOSSA. 
Jeremias 23:6

Justiça, uma palavra sobrecarregada de conceitos. Igualdade, reciprocidade, direitos, equilibrio, valores minimos, a ausência de injustiça ou sofrimento... Há muitos conceitos para uma palavra que não combinam entre si

Em meus estudos sobre Deus e justiça percebi que Deus não é justo sobre toda e qualquer definição.
A principal caracteristica divina neste ponto é sua soberania, que o autoriza para fazer praticamente qualquer coisa.  Outra caracteristica, porém outra quase constante divina é a justiça da reciprocidade, ou recompensa, ou vingança, como queiram chamar. A idéia de recompensar bons pelo bem e maus pelo mau.

Muitos, não poucos, são os que se escandalizam com as ações divinas especialmente no velho testamento. Eu inclusive. Tem sido causa de muitos virarem ateus, inclusive, sendo uma de suas principais munições.

Meditando sobre a evolução dos mandamentos seguidos ao longo da bíblia, perecebi especialmente com o evangelho um desenvolvimento de uma progressão moral feita pelo divino. Além do "olho por olho", ir além dando a outra face, é um exemplo disso.

Assumindo uma posição não incrédula com relação a justiça de Deus e seu conhecimento ético, a conclusão é: Deus já sabia, sempre soube, de padrões morais mais elevados do que revelou, mas revelou antes um e depois outro.

Com isso minha mente foi se abrindo a um entendimento. Hoje creio que Deus não gosta de machismo e inferiorização da mulher, escravidão, apedrejamentos embora em certos momentos tenha apoiado tais coisas. Sim, há passagens no velho testamento que nos trazem falas de Deus que indicam apoio ou aceitação de coisas como essas e outras.

Então qual a explicação? A explicação que me surgiu é a seguinte: Deus ensina coisas com o tempo e dá instruções melhores e melhores. Deus não dá o máximo de sua sabedoria. Ele reage a nossos valores.
Isso é surpreendente porque se já eramos injustos achando que a lei era expressão máxima da sabedoria divina, imagina sem ela? Porém é isso que recebemos no evangelho: uma instrução de buscar a Deus acima da mera instrução da lei, na busca por uma moralidade perfeita.

A lei dada a israel é boa em muitos aspectos, mas não é expressão máxima da justiça.

Porque Deus faria isso? Devemos entender que Deus embora instrua um combate contra o mal, permite que o mal exista e isso por longos periodos. Ele é tolerante a maldade, em certo sentido, ainda que demonstre grande aversão a ela no sentido instrutivo geralmente.

Então perecebi o quanto Deus se parece com os homens. Como sua justiça se parece com a nossa. Não incrédulo por isso, ciente da existência do mesmo, notei que Ele parece conosco, na nossa justiça. Nos nossos governos. Nós criamos leis injustas com valores culturais que são errados, e depois nós as modificamos. Nós toleramos injustiças, e legalizamos coisas não ideais com base nos nossos próprios valores. Nós ao invés de ensinar a perfeição instruimos aos poucos dando diversas ordens que estão muitas vezes muito a frente do nivel do povo em geral, mas mesmo assim com algumas coisas que são baseadas na ética temporal.

Nós somos assim.

Se Deus é justo no sentido de ser recompensador pelas nossas obras, como Ele deveria se portar? Considerando que a humanidade sempre foi um tanto assim desde antes de Israel, com o código de Hamurabi que legalizava ações violentas em recompensa por crimes de violencia?

Uma forma de Deus se portar, em recompensa a nossas obras é nos tratando INJUSTAMENTE, assim como nós tratamos a nós mesmos. Sim, isso é uma forma de justiça. A recompensa de um tratamento injusto é injustiça. O tratamento inadequado da nossa parte no sistema de uma recompensa recebe o mesmo.

Comecei este artigo citando um nome de Deus "Justiça Nossa". Em palavras mais comuns "O Senhor é a Nossa Justiça". Se Deus de fato o for... Quão bom Ele será? Se Deus nos tratar segundo nossas obras, quão justo Ele parecerá?

Nós punimos os maus, mas quando Deus o faz nos chocamos. Nós Criamos leis e exigimos que sejam obedecidas apesar de estarem num livro que muitos nem leem, mas se Deus o faz Ele é injusto. Nós criamos leis inadequadas e depois as mudamos. Quando Deus faz uma lei e depois a desautoriza, como sentimos?Como se não houvesse justiça. Quando vemos uma justiça temporal, aparentemente torcida juizos de Deus pensamos "Deus não existe" assim como nossa justiça de tão torcida que é, de tão temporal e imperfeita que é também faz parecer que não existe justiça.

Se Deus é a nossa Justiça... Ele é justo? Ele existe? Como creriamos em um Deus que nos trata segundo nossa justiça se não somos justos? Seria como achar que um espelho é bonito, mas sendo a si próprio feio, e não entendo como um espelho funciona.

Se Deus nos tratasse sempre segundo nossas obras, sinceramente acho que estariamos bem encrencados...

Se eu estiver certo, Deus pode agir de modo muito, muito ruim em muitos aspectos, e ainda assim ser justos... E considerando que Ele é a Justiça Nossa, e que isso encaixa com muitos dos juizos de Deus na bíblia a varias nações... A aparente injustiça de Deus pode ser a injustiça nossa... E Ele permance digno do seu nome: O Senhor é a nossa justiça.

Por isso me alegro que o modelo de Deus, Jesus Cristo, seja antes a nossa justiça, para que sendo tratado segundo a justiça de nossas obras em imitação da do justo, que sofreu injustiça até a morte, mas foi justo, superemos também toda a injustiça que nos vem, e vençamos.

quarta-feira, 15 de maio de 2013

Falando dos outros... - Marcos Pereira


Marcos Pereira da Silva é pastor evangélico acusado de estupros. Segundo a mídia, a própria esposa do Marcos Pereira seria uma das pessoas que o denunciaram.
Em video porém essa mulher diz o contrario.



Peço a todos que compartilhem e que façamos um abaixo assinado para que a mídia seja processada.

terça-feira, 14 de maio de 2013

As teorias da incredulidade - Ou a bíblia é alegórica ou ela é falsa


Minha opnião sobre a biblia?

Bem,eu acredito em Deus mas nao sei se acredito na biblia...la tem muita coisa que pode ser considerada errada,eu ja comecei ler a biblia mas nao terminei,qualquer dia desse vou ler ela inteira para ver se o q eu penso esta certo

Bom,eu tenho 2 teorias pra biblia (considerando que nao a li inteira ainda)
A primeira é que a biblia foi feita com metáforas,pq se foi Deus que mandou escreve-la ele teria que dar um jeito de fazer o povo,desinformnado e nem tanto desenvolvido daquela epoca entendesse e que o povo de anos depois também entendesse,entao ele colocou historias,com metaforas,mensagens por trás das historias,como a historia de Sansão e de Adão e eva,era tipo uma historia facil para que as pessoas entendessem mas ele sabia que as pessoas de hoje em dia entenderiam como metafora...
O objetivo de Adão e eva,acredito que seja dizer que Deus criou o homem (pode ser de átomos,nao do jeito que fala la na historia) e entao o homem começou a pecar...

E a 2° teoria seja que a biblia é falsa e tals,pq foi escrita pelo homem (mas mesmo assim nao deixo de acreditar em Deus,pq tenho minhas teorias sobre a sua existencia)

Eu preciso ler a biblia para entender mais sobre o assunto,tirar conclusoes...mas ta ae a minha opnião colocada no pouco que sei sobre a biblia....

O que vocês acham??


RESPOSTA:


Discordo de ambas. Geralmente quem fala a primeira é MUITO ignorante da bíblia. A bíblia referencia a si mesma, e histórias como Adão e Eva são citadas posteriormente como histórias reais. Não são fabulas.


Geralmente se prega muito o evangelho onde Jesus ENCHEU de figuras, parabolas e tal, e ai as pessoas que não conhecem a bíblia chutam como se tudo fosse assim. A verdade é oposta: a bíblia narra os fatos com referenciação histórica, genalógica e geografica. Algumas passagens já encontram apoio arqueológico (vide link nas fontes). A verdade é que a bíblia é a principal fonte do conhecimento da nação de Israel e sua história, pelo que sei. O templo contruido para Deus por Salomão por exemplo tem apoio arqueológico. O muro externo é o muro das lamentações, existe até hoje (o que sobrou). Agora, você pode achar que a história bíblica foi construida em cima com uma fraude, mas é dificil construir uma história dessas em cima da verdadeira, na minha opinião, continuamente, naquela época (sim, a bíblia é muuuito antiga, seus livros são de diferentes épocas) mas vai ter mais trabalho para criar uma conspiração que viabilize isso, do que crendo na mesma.

Você parece usar um raciocinio circular ateísta que invalida a bíblia. Você parece agir como se as histórias citadas fossem absolutamente impossiveis, ignorando a possibilidade de milagre. Se você acha que milagres são impossiveis é porque acha que um Deus que possa eventualmente intervir no mundo não existe, aparentemente. Ora, é essa a premissa basica da bíblia. Você tem que ler a bíblia considerando a hipótese dela estar certa para que ela se torne minimamente razoavel. Se você vier com a premissa de que Deus não existe nem milagres como factual (embora isso não é provado cientificamente tão pouco) a bíblia se torna inaceitavel razoavelmente plausivel.
Você nem mesmo pode acreditar na veracidade geral e possiveis erros (como geralmente se faz com qualquer livro que se lê), você usa o termo "homens" para justificar o erro, mas está falando de FRAUDE GIGANTESCA com base numa idéia não provada, e que você como pessoa critica, não deveria impor como fato.

Eu não estou pedindo para você simplesmente crer, estou pedindo para você considerar a possibilidade como um todo. Se você já vem com a afirmação de que é FATO que não pode ocorrer milagres, suas alternativas acabam sendo essas teorias ai, sendo que um bom teólogo crente ou mesmo ateu verdadeiramente estudioso da bíblia poderia desmentir com facilidade a primeira teoria. O debate fica mais na segunda. Como já disse: segue link. Procure por "comprovados" no artigo.

Fé e razão - "Vai e vencerás!" - A verdade Profecias triunfalistas




Recomendo a leitura do capitulo inteiro de 1Reis 22. 

(leia aqui)

Mas para quem conhece a bíblia, talvez citar a história baste:
O rei Acabe tinha uma guerra a fazer. 400 profetas profetizaram que ele teria a vitória. Mesmo assim, foram consultar mais um... E este falou, após repetir ironizando: "vai que você terá a vitória", a dura verdade:



Então ele disse: Ouve, pois, a palavra do SENHOR: Vi ao SENHOR assentado sobre o seu trono, e todo o exército do céu estava junto a ele, à sua mão direita e à sua esquerda.
E disse o SENHOR: Quem induzirá Acabe, para que suba, e caia em Ramote de Gileade? E um dizia desta maneira e outro de outra.
Então saiu um espírito, e se apresentou diante do SENHOR, e disse: Eu o induzirei. E o SENHOR lhe disse: Com quê?
E disse ele: Eu sairei, e serei um espírito de mentira na boca de todos os seus profetas. E ele disse: Tu o induzirás, e ainda prevalecerás; sai e faze assim. 
1 Reis 22:19-22

O profeta Micaías disse para um REI, em oposição a 400 profetas, que ele NÃO teria a vitória. Ainda assim temo  falar o que pretendo falar hoje para as pessoas.


Nós temos o espírito (natureza, essencia, jeito de ser, não necessariamente um agente espiritual) desses quase quatrocentros profetas. Nós religiosos, nós cristãos, nós evangélicos.

Agora mesmo recebi uma de muitas profecias por atacado de quadros, dizendo que algo maravilhoso vai acontecer essa semana. "se crer compartilhe".

Pois é, não creio.
Não que eu negue a possibilidade, mas acho dificil ser verdade. A razão? Já recebi muitas dessas profecias "otimistas" na vida que não se cumpriram. Conheço as claras profecias divinas, que as vezes são agradaveis as vezes não, mas que costumam ser muito diferentes.

Pensemos por um instante: se a pessoa profetiza então algo isso basta para que seja verdade? Ora, se é assim, todos deveriam receber! Porque não profetizam o mundo perfeito então?! Paz mundial, conversão total, fim da fome ou qualquer coisa assim? Essas verdades genéricas me lembram outro ambiguo adivinho: o horoscopo.

Não estou dizendo que Deus não possa entregar uma profecia, até mesmo com essa expressão, e se cumprir. Mas que duvido que seja o caso. Não creio que temos autoridade para determinar milagres. É verdade que está na bíblia que até moveriam montanhas, mas nunca vi ninguém que pudesse mover uma cadeira só mandando nela. Ainda assim, dia a após dia as pessoas cantam e comentam incentivando uma fé, poder, intimidade com Deus ou seja lá o que for. Pastores falam assim! Porque as pessoas jogam umas sobre as outras o fardo de ter fé?

Fica a questão: faltou fé em Acabe? Faltou! Faltou verdade! Faltou crer na verdade, e não nas muitas mentiras!

Nós ensinamos muito mal como ter fé. Ao invés de incentivar a buscar a verdade e crer nela com a humildade de deixar as pessoas criticarem até mesmo nossas crenças sagradas, ensinamos as pessoas a se dobrarem diante de qualquer crença e depois reclamamos que elas sejam levadas por erros doutrinarios! Nós os incentivamos a ser maus criticos!

Como pode uma coisa dessas? Fico impressionado com a falta de bom senso das pessoas. Porque os profetas não fazem os milagres quando querem sempre que querem? A verdade é: porque eles não podem. Já conheci pessoas que disseram ter sido usadas por Deus para fazer muitos milagres, e quando as interroguei todas elas me passaram a informação de que não podiam fazer quando quisessem, era Deus que dava a certeza de que poderiam fazer.

Precisamos parar de usar frases que matam reis como essa "vai e terá a vitória". A "vitória é sua em nome de Jesus" "seu milagre chega hoje" ou "essa semana isso". Deixemos essas frases para quem tem o PRIVILÉGIO de ter esse tipo de autoridade dada por Deus. Conheço uma profeta, minha mãe, que já entregou-me e a muitos muitas profecias. Mesmo assim ela não pode entregar profecias na hora que quer.
Não creio que seja impossivel alguém conquistar autoridade de poder fazer sinais ou profetizar quantas vezes quiser, mas creio que não é o padrão.

Mesmo na história de Eliseu, talvez a pessoa mais rodeada de milagres de todo o velho testamento, ao receber a capa de Elias não tinha o poder de atravessar as aguas sozinho, como nunca o teve. Então disse "onde está o Deus de Elias?" e Deus abriu as aguas. Em outro momento, tentou mandar seu servo ressucitar um moço, não o pôde. E estamos falando de Elias!

Se até os homens de Deus do novo testamento morreram, inclusive de velhice, como podemos afirmar que temos a cura para todas as doenças? Sinceramente... Faltou fé para só crer na verdade... E falta ainda, muito.

segunda-feira, 6 de maio de 2013

Se é mais facil um camelo passar pelo fundo de uma agulha como defender a teologia da prosperidade sem perder a salvação?

Boa pergunta:

Como faço para q a"teologia da prosperidade"funcione na minha vida sem comprometer a minha salvação?

Já q Jesus falou q é mais fácil um camelo passar pelo fundo de uma agulha do q um rico entrar no reino dos céus!


Resposta:
Simples: ame o próximo como a si mesmo. Você nunca será rico o bastante para saciar as necessidades do seu coração. Você vai ver que é miseravel, pobre, está morrendo de fome, e está sofrendo, e indo para o inferno. É ateu, é ignorante, é satanista, é qualquer coisa de ruim. É bandido, assassino, é pobre, é mendigo, é vitima de violencia, é vitima de toda sorte de males.


Pq vc ama seu próximo como a si mesmo portanto todos são você, você está rodeado de espelhos. Você precisa de dinheiro para ajuda-los. Precisa de poder para protege-los. Precisa de riquesas não só para si, mas para emprestar e dar! E dar sem cobrar, porque é de si mesmo que cobra. Porque você quer o seu bem, e agora vê que é pobre, vai simplesmente ser o centro da administração do poder para ajudar os outros.

Se você vendesse tudo o que tem, não teria mais poder, e o problema não estaria resolvido. Mendigaria, e os que ainda precisam também mendigariam. Por isso você precisa enriquecer para ajuda-los, alcançar a SUSTENTABILIDADE, e equilibrar auto-sacrificio e abundancia própria.

Portanto ame o próximo como a si mesmo e não será pecado ser rico. Deus é rico. Mas o segredo é: toda essa riqueza e poder não é somente para si, é para dar, é para abençoar os outros. Isso é raiz da humildade: a falta do egoismo. Assim pode e DEVE enriquecer, porque quanto mais você enriquecer mais você ajudará a nós.