quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Masturbação é pecado sim!

Série sexualidade e pecados sexuais
Outros:
sexo oral é pecado sim
- - -

Hoje encontrei uma mensagem que me irritou. Que masturbação não é pecado.
Se for para falar besteira, querido ou querida leitora: não fale.
Se for para incentivar algo que pode ser errado, não arrisque-se sem estar bem seguro de si.

Sim, masturbação é pecado.

Nas falas que li foi citado que se ensina que masturbação é pecado por causa de Onã (genesis 38.8-10).
Onã desperdiçou o seu sêmen, não querendo gerar filhos que não teriam o seu nome, mas fazendo sexo com sua mulher.

Não é portanto masturbação.

Sim, ok: ONÃ não se masturbou. Isso não significa que masturbação é permitido.
Se a igreja ensinou por raciocínio de que desperdiçar o semen é ruim pode até ter errado. A biblia incentiva a sexualidade pelo prazer, não somente por geração de filhos (vide o livro Cantico dos Canticos).

Mas afirmar que a masturbação é permitido sem base biblica não é justo.

Biblicamente, há uma explicita afirmação de que é proibido? Não.
Mas também não diz explicitamente que drogas é pecado, que pornografia é pecado, etc. Nós temos de raciocinar a partir dos principios dados para entender o certo e o errado.

1Co 7.4 diz que o homem não tem autoridade sobre o próprio corpo, mas tem-o a mulher, e vice-versa.

Um é posse sexual do outro.

A masturbação é um ato egoista.

Se masturbação fosse uma alternativa porque Paulo diria no verso seguinte "não se neguem um ao outro exceto por duplo consentimento e pouco tempo, para que não sejam tentados por não terem dominio próprio?"

Ora, não teria problema. A mulher não está dando o seu corpo para satisfazer a sexualidade? Ok, o homem se alivia sozinho. E vice-versa.

Mas não é o que vemos, nós vemos uma necessidade de satisfação na parceria.


A masturbação é um ato egoista sexualmente falando. Ele satisfaz (ainda que de maneira incompleta e pervertedora, e o desejo sexual do ser humano sempre volte) sem o parceiro, levando-o a uma posição de possivel auto-satisfação sexual, ao invés de união.

Ou seja, ele faz a pessoa deixar outra também insatisfeita.
Sei que o desejo sexual no ser humano quando vai chegando na fase adulta e na adolescencia é alto. Mas a idéia é essa. Sei que é dificil controlar-se, que deixa frustação, e insatisfação e até leva ao pecado. Mas é para levar ao casamento. Não é bom que fiquemos sós (salvo por necessidade, e a quem consegue dominar-se). O desejo sexual é feito para nos levar a satisfazer a outra pessoa também.

A masturbação é deixar a natureza, e interfere na sexualidade natural e verdadeira da pessoa, no que seria como o "ritual do acasalamento". Ela desvia-os do objetivo. Ao invés de resolver as brigas, fazer o carinho e ser romantico, etc, o homem rouba a satisfação sexual. A mulher faz o mesmo.

Já fiz um artigo aqui explicando que a sexualidade é um direito de quem é casado.
Não é um direito do solteiro. É um luxo do casado.

A masturbação é um sub-tipo de homossexualidade também. A pessoa estimula a si mesma, sem o sexo oposto.

Não adianta por panos quentes, é uma perversão contra a natureza. A imitação do sexo real é a base de muitos pecados. Para quem sabe que homossexualidade, por exemplo, é pecado, repare: o que se faz na homossexualidade comumente é a masturbação, isto é, alguém imita de alguma forma o ato sexual.

A incompletude é caracteristica da perversão.

Já recebi também uma profecia, Deus, o próprio Deus disse-me "sim, peça perdão sim" numa época em que eu tinha consideravel dúvidas quanto a isso.

É facil pregar a favor do alivio, mas não é necessariamente justo. É fácil inocentar-se. Eu não estou meinocentando. Como já disse, tive e tenho uma luta e dificuldade em dominar-me (atualmente, sou solteiro), mas não devemos nos justificar a nós mesmos.

Sei que o ser santo sexual é um jugo pesado, mas não temos o direito de fazer tal coisa. Do outro lado, mulheres estão também sofrendo necessidade.

masturbação é errar o alvo. É preciso que o homem busque o alvo certo: o sexo da mulher.
A timidez (ou covardia), falta de dominio próprio e falta de qualidade para conseguir seduzir uma mulher para ser sua esposa (ou seduzir a esposa ao ato, ainda que, como já falei em outro artigo: é um direito do marido o sexo com a sua mulher, e vice-versa).

A grande critica da homossexualidade é que ela deixa a natureza e satisfaz-se com outra coisa qualquer.
Como justificar a masturbação ou as imitações de sexo (como o sexo oral e o sexo anal) com tal pensamento?

E não pensem os leitores e leitoras que então somos "menos sexuais". Temos menos uma perversão, mas somos então forçados a sexualidade real. Ao invés de podermos ficar com pedaços do ato, somos obrigados a seduzir ao casamento e ao ato sexual no casamento, o ato completo, justo, natural.

Existe algo mais sexual que o sexo? Portanto, cuidado, porque o desmontar da sexualidade e colocar "pedaços" por ai afora é segredo da perversão, e para perda do prazer do ato sexual real.

sábado, 13 de outubro de 2012

Abortando Abortistas


Aqui, um pequeno texto meu sobre aborto.

Abortando Abortistas



Ah, se eu fosse! Mas não sou!
Ah, se eu pudesse! Mas não posso!

Ah, se eu fosse Deus para julgar os amantes do aborto!
Ah, se eu pudesse fazer o que quisesse!


Então eu diria:

Tenho eu uma filha. Uma mulher que aborta.
Estou gerando-a! Mas não mais a quero! Matarei a ela! Quem me impedirá?

Mas afinal, o que pensava eu?

Ah, mas eu diria: ela não é minha filha. É minha coisa! É minha coisa, e eu faço o que eu quero. Não é minha filha. É minha coisa! Filha, eu considerarei como tal quem eu quiser, a esta coisa, destruirei!

Mas que horror! Eu, fazer tal coisa?

Mas eu diria então a ela: mas ela não é minha filha! Fui forçado a ter esta criatura defeituosa, monstruosa, filha de estrupros! Eu não a quero! Eu não a quero! Tenho eu obrigação de aceita-la?

Então eu a mataria, e quem me impediria? Eu seria o legislador! Quem me daria argumento?

Mas se me dissessem: Mas ela é um ser vivo, eu diria: Ela ia morrer logo de qualquer maneira. Ela estava destinada a morte em breve, não tenho de me importar! Tanto faz!

Que me dirão, que ela tem que ter direito a vida? Não, eu me pus no lugar de Deus, eu posso julgar! Eu decido quem tem direito e quem não tem. Eu sei o que vai acontecer, eu sei julgar!
Eu sei que aquela criatura, que nem humana é ainda de verdade, não é uma cidadã de verdade, por causa das leis nas quais me apoio, ela pode ser abatida a qualquer hora!

Diria então aos que me obrigassem a explicar, já tendo feito minha vontade, sem ligar: Ela ia ser infeliz! Eu sei! Eu sabia o futuro dela, eu conheço o mundo. Eu sei que ela seria infeliz!

Então eu a teria morta, arrancada de minha casa, tratada como um mero objeto, inferior a um animal.

E como não posso eu fazer isso? Ela nem tem cérebro! Ela não pensa! Será que tem um cérebro? Vai morrer logo, tanto faz! Ela não pensa! Será retardada! Olhem, ela é feia, abominável, é filha de estupro, me lembra do estuprador, que muito já me traumatizou! Ela não tem cérebro, sua cabeça é oca! Ela não pensa, ela em certo sentido nem viva está!

Matarei ela antes que desenvolva coração! Antes que comece a pensar! Matarei-a antes que cresça, e que chore, e que me faça ter pena dela, por estar necessitada. Matarei-a antes de que ela pareça minha filha, como um bebê indefeso e frágil que não sabe se defender sozinho.

Assim me livrarei dela, e dos meus sentimentos!

Mas então me lembrei! QUEM SOU EU PARA ME POR NO LUGAR DE DEUS?!
Mas que eu queria aborta-las, que queria cancelar aquele projeto, eu queria. Porque não tinha por elas amor como se fossem minhas filhas.

terça-feira, 2 de outubro de 2012

Criticas - Deus incentiva escravidão? Conhecereis a verdade...

Trago agora mais uma das perguntas/criticas que frequentemente vejo ao Deus bíblico cristão.

DEUS APOIA A ESCRAVIDÃO ?
FOI POR CONTA DISTO QUE TIVEMOS ESCRAVIDÃO NO BRASIL COM O APOIO DA SANTA IGREJA ?

[Ex 21:2] 'Se comprares um servo hebreu, seis anos servirá; mas, ao sétimo, sairá forro, de graça.'
[Ex 21:7] 'E, se algum vender sua filha por serva, não sairá como saem os servos.'
[Ex 21:20-21] 'Se alguém ferir a seu servo ou a sua serva com vara, e morrerem debaixo da sua mão, certamente será castigado; porém, se ficarem vivos por um ou dois dias, não será castigado, porque é seu dinheiro.'
[Lv 22:11] 'Mas, quando o sacerdote comprar alguma alma com o seu dinheiro, aquela comerá delas e o nascido na sua casa; estes comerão do seu pão.'
[Lv 25:44-45] 'E, quanto a teu escravo ou a tua escrava que tiveres, serão das gentes que estão ao redor de vós; deles comprareis escravos e escravas. Também os comprareis dos filhos dos forasteiros que peregrinam entre vós, deles e das suas gerações que estiverem convosco, que tiverem gerado na vossa terra; e vos serão por possessão.'
[Ef 6:5] 'Vós, servos, obedecei a vosso senhor segundo a carne, com temor e tremor, na sinceridade de vosso coração, como a Cristo.'
[Cl 3:22] 'Vós, servos, obedecei em tudo a vosso senhor segundo a carne, não servindo só na aparência, como para agradar aos homens, mas em simplicidade de coração, temendo a Deus.'
[I Tm 6:1] 'Todos os servos que estão debaixo do jugo estimem a seus senhores por dignos de toda a honra, para que o nome de Deus e a doutrina não sejam blasfemados.'
[Tt 2:9-10] 'Exorta os servos a que se sujeitem a seu senhor e em tudo agradem, não contradizendo, não defraudando; antes, mostrando toda a boa lealdade, para que, em tudo, sejam ornamento da doutrina de Deus, nosso Salvador.'
[I Pe 2:18] 'Vós, servos, sujeitai-vos com todo o temor ao senhor, não somente ao bom e humano, mas também ao mau

Dúvida Bíblica
Eu gostaria de vender minha filha como escrava, como é permitido em Êxodo 21:7. Na época atual, qual você acha que seria um preço justo por ela?
Ela é alta, morena, bonita e virgem (acho )

- - - - - -
Resposta


A lei não é o legislador.

Jesus disse por exemplo acerca do divorcio que foi permitido por causa das durezas dos corações, não que Ele realmente quisesse isso.

Deus não deu o "ideal" para Israel na lei, lhes deu um caminho para melhorar.

O nosso pais tem leis para regular o capitalismo, mas você acha o capitalismo justo? Eu não.
Mas sem leis seria muito pior.

repare, biblicamente você não tem OBRIGAÇÃO de ter um escravo.

Jesus veio depois e foi ALÉM da lei. Pq?

Pq a lei são instruções. Como uma placa indicando o caminho do bem e do mal, a lei instrui o que deve ser feito, mas só vai até um certo ponto.

A bondade vai mais além. Por isso ele disse "vocês ouviram: olho por olho, dente por dente. Mas eu digo que deem a outra face" (palavras minhas)

Na época de Israel ouvi que se matava-se a familia. Em Genesis Lameque diz "matei um homem por me ferir". Diante de um pensamento desse, a lei era uma MELHORIA.

foi dito para não matar, Jesus foi além, dizendo que quem chamasse de louco ou tolo seria julgado... Etc. Jesus incentivou a fazer mais do que só a letra da lei, pegando o ESPIRITO da lei, isto é, o OBJETIVO da lei, e indo além.

Repare: o amor ao próximo como a si mesmo leva NATURALMENTE a aversão a escravidão, e é o segundo grande mandamento da lei segundo Jesus.

Os discipulos éticamente não eram tão amorosos, eles até tinham dificuldades de aceitar a salvação dos gentios e de sentar com eles, o amor foi se desenvolvendo aos poucos.

Mas tb está na biblia que se você puder ser livre, que SEJA. Veja:

Foste chamado sendo servo? não te dê cuidado; e, se ainda podes ser livre, aproveita a ocasião.
Porque o que é chamado pelo Senhor, sendo servo, é liberto do Senhor; e da mesma maneira também o que é chamado sendo livre, servo é de Cristo.
1 Coríntios 7:21-22

Ouvi também dizer que o receber "pedra branca, com um nome que ninguém sabe senão ele mesmo" era um simbolo de recebimento de liberdade. Jesus disse nas cartas que ao que vencesse, daria isso. Segundo esta interpretação, ele estava falando que daria liberdade.

Atenta bem a umda dessas passagens de incentivo da OBEDIENCIA DOS ESCRAVOS, não ordem de ter escravos (é muito diferente. A biblia incentiva até a amar os inimigos, orar pelos que perseguem, dar a mais para o ladrão. Não significa aprovação da conduta oposta, pelo contrario, é um incentivo a atitude bondosa):

Vós, servos, obedecei a vossos senhores segundo a carne, com temor e tremor, na sinceridade de vosso coração, como a Cristo;
Não servindo à vista, como para agradar aos homens, mas como servos de Cristo, fazendo de coração a vontade de Deus;
Servindo de boa vontade como ao Senhor, e não como aos homens.
Sabendo que cada um receberá do Senhor todo o bem que fizer, seja servo, seja livre.
E vós, senhores, fazei o mesmo para com eles, deixando as ameaças, sabendo também que o Senhor deles e vosso está no céu, e que para com ele não há acepção de pessoas.
Efésios 6:5-9


Repare, segundo Paulo para Deus NÃO há acepção de pessoas e o dono do escravo está agora incentivado a também tratar eles melhor, e até servi-los também, COMO AO SENHOR.

A escravidão inclusive, na bíblia, não é racista. A escravidão pode ser de qualquer um, não há incentivo de tratar o de pele escura como inferior. Era uma questão politica.

E embora os valores humanos tenham aumentado, nós vivemos de forma um tanto parecida com a de escravos: temos de trabalhar para OUTROS para comer, não temos a nossa própria terra, temos da trabalhar ATÉ PARA MORAR.

Inclusive a história do Brasil, segundo ouvi, teve isso PLANEJADO: já que iam libertar os escravos, elevaram os preços das terras para que eles tivessem de voltar e trabalhar para os seus senhores.

A bíblia incentiva o amor ao próximo como a si mesmo, e até emprestar sem esperar receber devolta. Some 2+2 e verá que a doutrina cristã é um dos motivadores do combate a escravidão, que é basicamente uma injustiça social, como tantas outras. E é o cristianismo que faz combater isso.

e a saber, aqui é proibido vender mulher, vocês ALUGAM elas, como prostitutas, elas muito longe ficam de ser virgens ou higienicas,... Será que são mulheres mesmo? E vocês não VENDEM, não arranjam um lar para elas, vocês deixam elas dando o corpo para todo tipo de homem, até casado, e ainda querem legalizar o ALUGAR escrava sexual, ao invés de vender. Pelo menos a mulher tinha até direitos de esposa, e de não se recomercializada.